As principais mudanças no corpo após os 40 anos

2018-06-13 16:56:17
Categorias: Dicas

Se quando criança você não via a hora de chegar seu aniversário, hoje a data já não é comemorada da mesma forma. É normal que, com o passar do tempo, a idade se torne algo assustador, especialmente para aqueles que se aproximam dos “enta”. Afinal, além do fator psicológico, o organismo passa por alterações significativas nesta fase da vida.

Mas realmente você sabe quais são as mudanças no corpo após os 40 anos? Acompanhe o post e descubra!

1. Desaceleração do metabolismo

Não adianta reclamar: seja homem ou mulher, o metabolismo desacelera e aqueles quilinhos a mais que você perdia em uma semana aos 20 anos, vai levar mais tempo para mandar embora. Isso acontece porque os níveis hormonais ficam mais baixos. Em consequência disso, a pessoa perde massa muscular e queima menos calorias.

Por causa dessa alteração hormonal também fica mais fácil ganhar peso, pois a capacidade de metabolizar a gordura fica prejudicada.

Então para manter a saúde em dia — e a autoestima também — não deixe de praticar exercícios físicos com regularidade e adote bons hábitos alimentares: abuse das saladas e carnes magras, evite frituras e gorduras e reduza a quantidade de doces.

2. Aparecimento de acnes

Se você nunca teve espinhas durante a adolescência, pode ser que elas apareçam depois dos 40. Isso também tem relação com as alterações hormonais e com a proximidade da menopausa (para as mulheres).

3. Surgimento de rugas

Ao contrário do que você pode pensar, as rugas não são resultado de células de pele danificadas. Elas aparecem porque o colágeno — substância responsável pela sustentação da derme — começa a mostrar sinais de danificação. Em grande parte, o responsável por esse efeito é o sol: a radiação deixa as fibras de colágeno mais finas, quebradiças e a pele perde a elasticidade, ficando mais flácida.

No entanto, a luz solar não é a única razão para que as rugas apareçam.  Mesmo que você tenha usado filtro solar a vida inteira, elas irão aparecer, em maior ou menor quantidade. É inevitável.

4. Aumento do estresse

O metabolismo mais lento e o estilo de vida cada vez mais agitado criam o status emocional perfeito para que o estresse apareça. Como o seu organismo está “desacelerando”, surge a sensação de que você não tem energia para cumprir com os compromissos profissionais e familiares.

Reconhecer os sintomas não é difícil: as mãos suam, o coração acelera, o rosto fica pálido e a respiração, ofegante. Fisiologicamente falando, em situações consideradas estressantes o corpo libera os hormônios adrenalina e cortisol, que contraem os músculos, fecham as artérias e disparam o batimento cardíaco. O ideal é que você evite esses momentos de tensão e inclua na sua rotina alguma atividade que lhe dê prazer e relaxamento.

5. Redução da massa óssea

A incidência de osteoporose é maior com a chegada dos 40. Isso quer dizer que seus ossos são mais frágeis e suscetíveis a quebras. Assim como outras mudanças dessa lista, a redução da massa óssea se dá em virtude das mudanças hormonais.

Mas outros fatores também estão relacionados: alimentação inadequada e genética estão entre os principais. A receita para evitar esse problema é aquela que você já conhece: dieta balanceada e exercícios físicos.

6. Mais autoconfiança

Uma das coisas que melhora com o passar dos anos é o aumento da autoconfiança. Apesar das mudanças físicas, a maioria das pessoas com mais de 40 anos tem estabilidade profissional e já adquiriu os bens que deseja. Esses fatores aliados à maturidade (que vem com o tempo) deixa as pessoas mais confiantes de si e, consequentemente, mais felizes.

As mudanças no corpo após os 40 anos são inevitáveis, mas isso não quer dizer que você vai perder qualidade de vida, bem pelo contrário. Tomando os cuidados necessários para evitar problemas de saúde que o tempo pode trazer, essa década da vida pode ser a melhor de todas.   

Para mais posts sobre qualidade de vida, acompanhe nosso blog e Facebook.

Posts Relacionados

Comentar

Compartilhar